85 98117.4241

ouvinte@redeshalomderadios.com

85 3261.3600 / 3264.1863

Clube do Ouvinte da Paz

Benfeitor e você: Ser pobre é estar abandonado na vontade de Deus

  • Publicado em 08/11/2018

A pobreza de coração nos leva a um total abandono à vontade de Deus. Seja essa vontade algo que nos traga alegria, seja ela algo que nos traga aparentemente apenas dor. O verdadeiro pobre é aquele que não se apega a si mesmo, mas a Deus. Assim foi com Jó, personagem do Antigo Testamento.

Jó era reto, justo e temente a Deus Tinha 10 filhos e possuía grandes rebanhos de animais, além de muitos criados. Deus experimentou-o, permitindo a Satanás que lhe fizesse muito mal. Um dia, chegou um mensageiro e disse a Jó que seus animais haviam sido roubados e seus criados todos assassinados. O mensageiro ainda falava quando chegou outro mensageiro e disse que um furacão havia derrubado a casa onde estavam seus filhos e todos haviam morrido.

Então Jó levantou-se, rasgou as vestes, raspou a cabeça, prostrou-se por terra e adorou o Senhor, dizendo: "O Senhor deu, o Senhor tirou. Como foi do agrado do Senhor, assim se sucedeu. Bendito seja o nome do Senhor!". 

Jó não pecou em nenhuma destas coisas, nem pronunciou nenhuma palavra insensata contra Deus. Satanás foi então ferir Jó com uma lepra horrível, que o cobriu desde a planta dos pés até ao alto da cabeça. E Jó tirava o pus de suas úlceras com um pedaço de telha. Dizia-lhe a mulher: " Ainda estás firme na tua piedade?". Ele respondia: "Falas como mulher insensata. Se recebemos os bens da mão de Deus, por que não receberemos também os males?". 

Alguns amigos de Jó ousaram afirmar que Deus o castigava por causa dos seus pecados. Mas Jó disse: "Ainda que Deus me matasse, confiaria sempre nele. Eu sei que o meu Redentor vive e que no último dia ressurgirei da terra; serei novamente revestido do meu corpo e na minha carne verei o meu Deus. Sim, eu mesmo o verei e os meus olhos o hão de contemplá-lo. Esta esperança repousa no meu coração". 

Deus restituiu o dobro de tudo que ele possuía. Deu-lhe também sete filhas e três filhos. Jó viveu ainda 140 anos e viu os filhos dos seus filhos até a quarta geração.

SEJA UM BENFEITOR DA PAZ, CLICANDO AQUI!

CONTATO: 0800-602-2829

PRODUÇÃO: Guilherme Rocha